TURISMO NO AM

Em Parintins, Serra da Valéria atrai visitantes pela beleza exuberante

Amazonastur apresenta o local que é parada obrigatória na rota dos cruzeiros internacionais

acritica.com
online@acritica.com
09/12/2022 às 14:46.
Atualizado em 09/12/2022 às 14:46

(Foto: Yuri Pinheiro/Ascom Parintins; Janailton Falcão/Amazonastur)

A Serra da Valéria, localizada em Parintins (distante 369 quilômetros de Manaus), é um dos pontos mais altos do município. Com 152 metros de altura, o local oferece uma das vistas mais bonitas da região. Com a beleza encantadora, a serra atrai turistas o ano todo, principalmente durante a temporada de cruzeiros, que ocorre de novembro a março. 

Com o objetivo de ressaltar a experiência única de conhecer a Serra, a Empresa Estadual de Turismo do Amazonas (Amazonastur) preparou dicas para quem deseja saber mais sobre o atrativo turístico parintinense.

Para chegar à Serra da Valéria, o acesso pode ser realizado via fluvial ou terrestre, saindo de Parintins. Quem preferir ir de barco de passeio, o trajeto dura em média três horas, com saída às 12h de Parintins. Para quem desejar chegar mais rápido, a opção é ir de lancha, que são organizadas por excursões e o trajeto dura em média 45 minutos. Durante a seca do rio, que ocorre de fevereiro a novembro, o acesso pode ser realizado pela estrada, via Vila Amazônia, e leva em torno de uma hora de duração.

A serra é uma ótima opção para quem quer curtir o contato com a natureza e aventura. Os turistas podem passear de barco para conhecer as cinco comunidades da serra, pescar, observar pássaros e fazer trilhas, que tem no ponto final a vista da divisa dos estados do Amazonas e Pará. Além disso, a Serra da Valéria possui um rico sítio arqueológico.

Os passeios podem ser adquiridos por pacotes, nas excursões organizadas para grupos acima de oito pessoas. Os pacotes são oferecidos por agências de turismo e podem ser montados de acordo com os interesses do visitante.  Para realizar os passeios, basta buscar uma agência credenciada no site do Cadastro de Prestadores de Serviços Turísticos (Cadastur), do Ministério do Turismo. 

Obras 

O Governo do Amazonas, por meio da Amazonastur, iniciou a obra de infraestrutura turística nas etapas 1 e 2 da Serra da Valéria, com objetivo de fomentar o turismo na região. O complexo turístico, com previsão de entrega para 2023, inclui a construção do embarque e desembarque e mirantes para movimentar o turismo local com exposição e venda de artesanatos.

Turismo consciente

Aos que estão pensando em “turistar” pelo Amazonas, a empresa de turismo incentiva para que seja um turista consciente e ajude a preservar as riquezas locais. Ao realizar passeios, é recomendado que o visitante nunca toque nos animais, apenas os observe em seu habitat natural. E se curtir um adereço regional, é preciso se certificar da procedência lícita dos produtos, vale lembrar que o uso de penas de animais silvestres em adereços é ilegal. Vale também checar se os serviços e estabelecimentos comerciais têm selo do Cadastur. 

A Amazonastur ressalta que as pessoas são o bem mais precioso, por isso, reforça o pedido de ajuda, também, na preservação das crianças e adolescentes, por meio de denúncia de exploração sexual de menores pelo Disque 100. 

Seguindo todos esses passos, além de uma experiência inesquecível, o turista contribui para um turismo saudável e seguro no Amazonas.

Assuntos
Compartilhar
Sobre o Portal A Crítica
No Portal A Crítica, você encontra as últimas notícias do Amazonas, colunistas exclusivos, esportes, entretenimento, interior, economia, política, cultura e mais.
Portal A Crítica - Empresa de Jornais Calderaro LTDA.© Copyright 2023Todos direitos reservados.
Distribuído por
Publicado no
Desenvolvido por