DECLARAÇÃO

“Defendo o direito à defesa para todo mundo”, afirma lula sobre prisão de ex-ministro Milton Ribeiro

A declaração de Lula aconteceu durante entrevista à rádio Difusora do Amazonas. Para o petista, é preciso ter provas para poder prender alguém

Malu Dacio
online@acritica.com
23/06/2022 às 12:51.
Atualizado em 23/06/2022 às 12:51

Em entrevista à rádio Difusora do Amazonas, o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva comentou a prisão que aconteceu ontem, 22, do ex-ministro da educação Milton Ribeiro e afirmou que todos têm direito a defesa. “Eu acho que a prisão depende de apuração, depende de prova. Você não pode prender porque você vai prender. Você tem prova contra o cidadão? Está aprovado que ele roubou? Você faz um processo e daí a Justiça decide se vai prender ou não. Eu defendo o direito à defesa para todo mundo”, afirmou. 

Ainda segundo Lula, o direito à defesa é um valor monumental da democracia desse país. “E por isso eu não sei se já foi investigado, se tem autorização de juiz para prender, mas que ele foi mal ministro da educação ele foi. E aquela reunião dele distribuindo dinheiro pra pastor, é uma vergonha nacional”, criticou.

Sobre a prisão 

Milton Ribeiro, ex-ministro da educação do Governo Bolsonaro, foi preso nesta quarta-feira, 22, durante a operação da Polícia Federal ‘Acesso Pago’, que investiga supostos crimes de tráfico de influência e corrupção na destinação de verbas do Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação (FNDE). 

A polícia cumpriu um total de 5 mandados de prisão e 13 de busca e apreensão. A operação desta terça foi deflagrada após identificação de indícios de prática criminosa para a liberação de verbas públicas por parte da Controladoria Geral da União.

Assuntos
Compartilhar
Sobre o Portal A Crítica
No Portal A Crítica, você encontra as últimas notícias do Amazonas, colunistas exclusivos, esportes, entretenimento, interior, economia, política, cultura e mais.
Portal A Crítica© Copyright 2022Todos direitos reservados.
Distribuído por
Publicado no
Desenvolvido por