Encontros e reencontros

Recifense volta à Parintins após 30 anos e traz a esposa para conhecer o festival

Ricardo Souza é de Recife e trouxe a esposa Analice Regis pela primeira para Parintins.

Giovanna Marinho
giovanna@acritica.com
22/06/2022 às 23:32.
Atualizado em 22/06/2022 às 23:32

Casal aproveitou o esquenta do festival no ensaio técnico do Garantido na noite desta quarta-feira (22) (Junio Matos)

As arquibancadas do Bumbódromo lotadas de torcedores avermelhados nesta quarta-feira (22) também tiveram espaço para acolher quem chega para conhecer folclore da Amazônia e quem veio reencontrar a exuberância do Festival Folclórico de Parintins. 

O professor universitário, Ricardo Souza, por exemplo, é de Recife (PE) e voltou ao festejo após 30 anos. Dessa vez, ele teve uma missão especial, trazer a esposa Analice Regis, que também é professora, para conhecer a cidade do boi-bumbá. 

Os dois curtiram juntinhos o esquenta do boi Garantido para a apoteose do folclóre que inicia na sexta-feira (24). Ela foi só elogios a festa parintinense.

"Eu tô achando maravilhoso. Tudo é lindo. Valeu a pena toda expectativa para o retorno depois dessa pandemia", afirmou a professora. 

Ricardo, claro, não perdeu a oportunidade de apresentar a amada ao boi do coração, antes da apresentação oficial, e não deu outra, o Garantindo ganhou uma nova torcedora.

"Ontem eu levei ela lá pro Caprichoso pra ela ver e decidir e ela escolheu o garantido", disse o professor.

Assuntos
Compartilhar
Sobre o Portal A Crítica
No Portal A Crítica, você encontra as últimas notícias do Amazonas, colunistas exclusivos, esportes, entretenimento, interior, economia, política, cultura e mais.
Portal A Crítica© Copyright 2022Todos direitos reservados.
Distribuído por
Publicado no
Desenvolvido por