Festival de Parintins

Cantora Márcia Siqueira pede a renúncia do presidente do Garantido

Manifestação da artista, nas redes sociais, ocorreu no momento em que trabalhadores faziam um protesto pela falta de pagamento

Waldick Júnior
waldick@acritica.com
09/07/2022 às 11:44.
Atualizado em 09/07/2022 às 12:55

Cantora Márcia Siqueira já havia se manifestado nas redes sociais sobre a crise na direção do Garantido dizendo que já estava de 'saco cheio' (Foto: Junio Matos)

Um dos maiores nomes do Festival de Parintins, a levantadora de toadas Márcia Siqueira pediu a renúncia do presidente do boi Garantido, Antônio Andrade, na noite desta sexta-feira (8). Ela se manifestou através das redes sociais enquanto trabalhadores de Parintins realizavam um protesto na cidade Garantido, após não terem sido pagos pela diretoria do boi. 

“Presidente Antônio Andrade!! Por favor renuncie!! O patrimônio do boi Garantido não pode ser destruído!! Trabalhadores precisam receber!!”, diz uma publicação compartilhada por Márcia no Instagram e no Facebook.

A postagem ocorreu enquanto surgiam vídeos de trabalhadores revoltados na sede do boi Garantido, exigindo o pagamento pelas artes apresentadas no Festival de Parintins, que encerrou em 26 de junho, ou seja, há duas semanas. Durante o protesto, os manifestantes chegaram a atear fogo em alegorias do boi e quebrar vidraças da parte administrativa da sede.

Márcia Siqueira já vinha mostrando descontentamento com a crise que aflige o boi vermelho e branco, porém, de forma menos direta. Nesta semana, ela havia comentado “estou de saco cheio de tudo isso” na publicação de uma amiga que pedia respeito aos artistas do Garantido, no Facebook, em meio aos comentários sobre atraso nos pagamentos.  

Em entrevista para A CRÍTICA na quinta-feira (7), o presidente do Garantido, Antônio Andrade, afirmou que cerca de 15% a 20% dos trabalhadores e fornecedores ainda não foram pagos. Segundo ele, os atrasos foram ocasionados pelo bloqueio de R$ 1,5 milhão pela Justiça do Trabalho, onde o boi já acumula ações judiciais por verbas trabalhistas. A falta de recebimento de patrocínios também seria um dos problemas, de acordo com Antônio.

Assuntos
Compartilhar
Sobre o Portal A Crítica
No Portal A Crítica, você encontra as últimas notícias do Amazonas, colunistas exclusivos, esportes, entretenimento, interior, economia, política, cultura e mais.
Portal A Crítica© Copyright 2022Todos direitos reservados.
Distribuído por
Publicado no
Desenvolvido por