EDITORIAL

Serviço de ônibus agride usuários

Condições do transporte público em Manaus estão precarizadas e prejudicam a população

acritica.com
07/05/2022 às 08:03.
Atualizado em 07/05/2022 às 08:03

Todos os dias nos horários de maior movimento as paradas de ônibus de Manaus estão lotadas (Foto: Arquivo/AC)

As condições do transporte público em Manaus estão afetadas pela precarização. Ônibus lotados e, a maioria da frota, em estado de conservação deplorável. O retorno ampliado às atividades de trabalho, de ensino e na perda de postos de trabalho e de rendimentos implicou também em maior procura pela modalidade ônibus como meio de transporte utilizado por milhares de pessoas.

Todos os dias, na direção bairro centro e centro bairro, os pontos de ônibus estão lotados nos horários de maior movimentação. O sistema oferece aos passageiros uma espécie de gangorra no momento de acessar o veículo atualizando velhas imagens da disputa para ingressar no ônibus.

A sensação relatada por passageiros é de que o número de ônibus em circulação em determinadas linhas foi reduzido o que submete os usuários a grave situação de desrespeito a um direito básico – ter o serviço de transporte coletivo com qualidade. Outro aspecto enfatizado por usuários é o de que o aprofundamento da precariedade desse meio de transporte faz parte de estratégia para forçar o aumento da tarifa.

Para parcela expressiva de passageiros de ônibus o reajuste no preço da passagem seria, hoje, uma dificuldade a mais em suas vidas. Com renda familiar afetada negativamente, pessoas desempregadas e outras subempregados diante de reajustes seguidos de alimentos, medicamentos, da energia elétrica e da água canalizada, um novo preço para a passagem de ônibus aprofundaria em muito os apertos porque passam.

A lotação dos ônibus acima do padrão técnico e a precariedade dos veículos, com panes sucessivas, necessitam ser percebidas pelo governo municipal e tratada como uma das questões sociais importantes. A situação do sistema de transporte coletivo é recorrentemente uma expressão da frágil política pública nessa área. Historicamente, os passageiros de transporte público de Manaus sofrem com elevados níveis de descaso tanto por parte do órgão público gestor quando do setor empresarial que em alguma medida se beneficia da frouxidão com que o tema é tratado.

Ao final, o preço pago pelos usuários de transporte coletivo é duplamente alto, tanto pelo valor da tarifa quanto pelos dissabores que experimentam cotidianamente em suas necessidades de ir e vir. O que ora ocorre é mais uma vez demonstração de um serviço pago que não atende o básico o mínimo pedido por seus usuários.

Assuntos
Compartilhar
Sobre o Portal A Crítica
No Portal A Crítica, você encontra as últimas notícias do Amazonas, colunistas exclusivos, esportes, entretenimento, interior, economia, política, cultura e mais.
Portal A Crítica© Copyright 2022Todos direitos reservados.
Distribuído por
Publicado no
Desenvolvido por