Vigilância

Sobe para dois o número de casos positivos de Monkeypox no Amazonas, diz secretaria

Um segundo caso foi confirmado nesta terça-feira (02/08) e outro também foi confirmado, porém por se tratar de um paciente residente em outro estado do país, que está em Manaus a trabalho, a notificação será feita na cidade onde ele tem residência fixa

acritica.com
online@acritica.com
02/08/2022 às 18:48.
Atualizado em 02/08/2022 às 18:48

A Secretaria de Estado de Saúde do Amazonas (SES-AM), por meio da Fundação de Vigilância em Saúde do Amazonas – Drª Rosemary Costa Pinto (FVS-RCP), atualiza, nesta terça-feira (02/08), o cenário epidemiológico da varíola dos macacos (Monkeypox) no Amazonas. Os detalhes do cenário estão disponíveis em: https://bit.ly/3oMNF44 . 

Um segundo caso foi confirmado nesta terça-feira (02/08) e outro também foi confirmado, porém por se tratar de um paciente residente em outro estado do país, que está em Manaus a trabalho, a notificação será feita na cidade onde ele tem residência fixa, de acordo com orientações das autoridades nacionais em saúde. A equipe de Vigilância em Saúde do Amazonas está monitorando, ainda, outros 2 casos suspeitos que permanecem em investigação pelo Centro de Informações Estratégicas de Vigilância em Saúde de Manaus (CIEVS-Manaus).

A FVS-RCP destaca que, de acordo com o trabalho de investigação e vigilância que vem sendo realizado, os casos são importados. Ou seja, não há, até o momento, casos confirmados de transmissão autóctone (local). Todos os pacientes confirmados têm histórico de viagem recente. 

Casos confirmados

O primeiro caso de Monkeypox no Amazonas foi confirmado no dia 28 de julho. Nas duas situações, trata-se de dois homens, com idades entre 25 e 40 anos, com histórico de viagens recentes ou contato com pessoas não residentes no estado.

Cenário de Monkeypox

Além dos dois casos já confirmados, no Amazonas são, até o momento, seis notificações de suspeitas da doença, sendo 2 confirmados laboratorialmente; 2 suspeitos em investigação pelo Centro de Informações Estratégicas de Vigilância em Saúde de Manaus (CIEVS-Manaus); e 1 caso descartado após exame laboratório. Há ainda 1 caso confirmado de paciente residente em outro estado brasileiro e que não será contabilizado como caso do Amazonas.

Atendimento

A FVS-RCP destaca que toda a rede de saúde, incluindo unidades privadas e públicas, da capital e interior, está orientada para realizar atendimento de casos suspeitos de Monkeypox.

A FVS-RCP acrescenta, ainda, que mantém a vigilância ativa e sensível nos 62 municípios, por meio de nota técnica disponível em https://bit.ly/3vzOCQY, para as vigilâncias epidemiológicas e laboratorial sobre prevenção e controle da doença.

Referência

A FVS-RCP é responsável pela Vigilância em Saúde do Amazonas, que inclui a prevenção de doenças por meio da imunização coordenada, no Amazonas, pelo Programa Nacional de Imunização (PNI/FVS-RCP).

A instituição funciona de segunda a sexta-feira, das 8h às 17h, na avenida Torquato Tapajós, 4.010, Colônia Santo Antônio, Manaus. Contato telefônico da FVS-RCP (92) 2129-2500 e 2129-2502.

Assuntos
Compartilhar
Sobre o Portal A Crítica
No Portal A Crítica, você encontra as últimas notícias do Amazonas, colunistas exclusivos, esportes, entretenimento, interior, economia, política, cultura e mais.
Portal A Crítica© Copyright 2022Todos direitos reservados.
Distribuído por
Publicado no
Desenvolvido por