Conflito

Israel intensifica bombardeios em Gaza

Morte de líder da Jihad Islâmica em ataque aéreo gera forte reação e agrava onda de violência na região

DW Brasil
06/08/2022 às 08:38.
Atualizado em 06/08/2022 às 08:38

(Foto: DW Brasil)

Caças israelenses bombardearam alvos em Gaza na manhã deste sábado (06/08), após o acirramento das tensões na região gerado por ataques aéreos que mataram ao menos 11 pessoas, incluindo o líder da milícia Jihad Islâmica.

Militantes palestinos reagiram com o lançamento de vários projéteis contra o sul do território de Israel. Os combates continuaram durante a noite, o que gerou temores sobre o início de uma nova guerra entre os dois lados.

A mais recente onda de violência em Gaza teve início com a morte de Taisir al-Jabari, líder da Jihad Islâmica na Cisjordânia, durante operações israelenses na região que já duram um mês. No início da semana, Israel bloqueou estradas em Gaza e enviou reforços às fronteiras com o território.

Jabari liderava a Jihad Islâmica desde a morte de seu antecessor em 2019, em outro ataque aéreo de Israel, que também resultou em uma onda de conflito.

Centenas de pessoas tomaram parte na procissão do funeral do líder islamista e das demais vítimas dos bombardeios, entre as quais também estava uma menina de cinco anos de idade.

Um porta-voz do Exército israelense disse os ataques que mataram Jabari ocorreram em resposta a "ameaças iminentes" de dois esquadrões de militantes armados com mísseis antitanque. Segundo afirmou, ele foi designado como alvo por ter sido responsável por "múltiplos ataques" a Israel.

Autoridades israelenses relataram que em torno de 190 projéteis foram lançados contra Israel nas últimas horas, na grande maioria, sendo interceptados pelo sistema de defesa Domo de Ferro ou atingindo locais inóspitos. Sirenes de alerta soaram em vários subúrbios de Tel Aviv nesta sexta-feira.

A ataques israelenses a alvos terroristas continuaram ainda na manhã deste sábado. A Defesa de Israel disse estar preparada para uma semana de novas operações contra militantes palestinos.

 Desafio para premiê interino


Em pronunciamento nesta sexta-feira, o primeiro-ministro israelense, Yair Lapid, disse que seu país lançou o ataque em reação ao que chamou de "ameaças concretas".

"Este governo adota uma política de tolerância zero contra qualquer tentativa de ataque – de qualquer tipo – a partir de Gaza contra o território israelense", disse Lapid. "Israel não ficará inerte enquanto houver aqueles que tentam ferir seus cidadãos."  

"Israel não tem interesse em um conflito mais amplo em Gaza, mas não se omitirá se isso vier a ocorrer", completou.

O episódio de violência acaba sendo também um teste para Lapid, que assumiu como primeiro-ministro interino antes das eleições em novembro, quando espera se manter no cargo.

O político de centro – um ex-apresentador de televisão e escritor – possui alguma experiência diplomática depois de atuar como ministro do Exterior do governo em fim de mandato, mas tem poucas credenciais no que diz respeito à segurança.

Um conflito em Gaza poderia servir para lhe dar um novo impulso em questões de segurança, antes de enfrentar nas urnas o ex-primeiro-ministro Benjamin Netanyahu, bastante experiente em termos de defesa, que governou o país durante três das quatro guerras com o Hamas.

O dilema do Hamas
O Hamas parece hesitar sobre seu envolvimento em um novo conflito, enquanto ainda lida com a devastação causada pela última guerra com Israel, há cerca de um ano.

O grupo islamista, que governa o enclave palestino desde 2007, já travou quatro guerras contra os israelenses, além de inúmeras batalhas de menor proporção nos últimos 15 anos, que geraram enormes prejuízos para o território que abriga dois milhões de palestinos.

Os esforços de reconstrução dos danos causados pelos bombardeios durante a última guerra foram quase nulos, enquanto a população sofre com o aumento da pobreza e do desemprego que atinge quase 50% da população.

Assuntos
Compartilhar
Sobre o Portal A Crítica
No Portal A Crítica, você encontra as últimas notícias do Amazonas, colunistas exclusivos, esportes, entretenimento, interior, economia, política, cultura e mais.
Portal A Crítica© Copyright 2022Todos direitos reservados.
Distribuído por
Publicado no
Desenvolvido por