Campeão

Com um a menos, Fast conquista a taça do Campeonato Amazonense Sub-19

Mesmo na desvantagem contra o São Raimundo, o Tricolor de Aço anotou três vezes e levantou o triunfo neste sábado (19), na Arena da Amazônia

Lane Azevedo
online@acritica.com
19/11/2022 às 19:36.
Atualizado em 19/11/2022 às 19:36

Fast comemora o título de campeão amazonense sub-19 (João Normando)

O Fast Clube conquistou a taça de campeão do Amazonense Sub-19 2022. A partida contra o São Raimundo terminou em 3 a 1, e ocorreu na tarde deste sábado (19) na Arena da Amazônia.

 Mesmo jogando com um a menos, desde os 21 minutos do primeiro tempo, o Tricolor de Aço garantiu o triunfo com gols de Rory, duas vezes, e Cláudio. Pedro descontou para o Tufão. 


A partida foi marcada por expulsão, brigas e falta de iluminação. 

O jogo

No início da partida, quem abriu o placar foi o Fast Clube, aos três minutos. Rory saiu arrastando a bola do meio de campo, deixou os marcadores atrás e abriu o placar ao Tricolor. 

Aos 21 minutos, o jogo foi paralisado, após expulsão de Quiel, do Fast Clube, por ter cometido falta perigosa em Júlio. A situação ocasionou em confusão generalizada. Tanto que, o presidente do clube, Denis Albuquerque, invadiu o campo para debater com o árbitro. 

 Após o episódio, os ânimos ficaram agitados. Jogadas violentadas e discussões fizeram parte do jogo. Mesmo com um jogador a menos, o Rolo Compressor explorava os lances de perigo, enquanto o Tufão da Colina sentia dificuldade na sequência das jogadas . 

Segundo tempo

Assim, como o primeiro tempo, na segunda etapa, logo no começo, especificamente, aos cinco minutos, Rony de novo. O camisa 11 do Fast, carregou a redonda e lançou por cima do goleiro Júlio César, ampliando o placar para 2 a 0. Não demorou muito para a rede balançar de novo. Aos 12 minutos, Cláudio estufou a rede. 

Fato isolado

O jogador do São Raimundo, Manicoré, após dividida deixou o campo de maca. O atleta relatou não estar sentindo as pernas e recebeu atendimento do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu), que o levou do estádio. O episódio aconteceu aos 20 minutos do segundo tempo, e o jogo ficou parado mais de 45 minutos.

Depois disso, a partida retornou. O Tufão veio mais ofensivo, mandando a bola para meta, mas o destaque ficou com o goleiro do Fast Clube, Neneca, que mandava todas as bolas para fora.

E o gol da honra veio, após todo imbróglio, com cruzamento de Keven, Pedro fez o único gol do São Raimundo. 


Por fim, o Fast Clube carimbou a vitória por 3 a 1. 

Retrospecto

A participação do Fast Clube na competição foi tumultuada. Após a primeira fase, com seis vitórias e um empate, a equipe acabou sendo eliminada nas quartas de finais pelo Sul América. Porém, o Tribunal de Justiça Desportiva do Amazonas (TJD-AM) acabou excluindo o Trem da Colina por escalação irregular de um atleta. 

Passado às semifinais por conta deste caso, o Fast enfrentou o Princesa nas semifinais do certame e passou após empatar no tempo normal em 2 a 2, e vencer nos pênaltis pelo placar de 4 a 2.

Em 2023, o Rolo Compressor irá representar o Amazonas na Copa São Paulo de Futebol Júnior, a Copinha. 

Já o São Raimundo sofreu a primeira derrota da competição, logo na final. O time colinense fecha a participação com 10 vitórias e uma derrota.

Ficha técnica

São Raimundo: Júlio Cesar, Felipe Farias, Matheus, Yan, Murilo, Weverton, Alexssandro, Ruan, Jeferson, Júlio Neto e Keven. Técnico- Marinho


Fast Clube: Neneca, Ari, Lucas, China, Quiel, Isaque, José, Gustavinho, Alendy, Naimerson e Rory. Técnico: Darlan

Estádio Arena da Amazônia
Árbitro: Halbert Luís

Assuntos
Compartilhar
Sobre o Portal A Crítica
No Portal A Crítica, você encontra as últimas notícias do Amazonas, colunistas exclusivos, esportes, entretenimento, interior, economia, política, cultura e mais.
Portal A Crítica - Empresa de Jornais Calderaro LTDA.© Copyright 2022Todos direitos reservados.
Distribuído por
Publicado no
Desenvolvido por