AERONÁUTICA

Instituto do AM representa o Norte em eventos sobre ambientes aeroportuários

Instituto de Tecnologia e Inovação Evereste possui sede em Manaus

acritica.com
online@acritica.com
18/09/2022 às 14:50.
Atualizado em 18/09/2022 às 14:50

O Evereste possui ainda importantes parceiros no Amazonas como a Universidade do Estado do Amazonas (UEA) e a Fundação Universitas (FUEA) (Foto: Divulgação)

A Região Norte estará representada no II Seminário de Aeroportos Brasileiros, o Aero Brasil 2022, um dos maiores eventos sobre ambientes aeroportuários do país, na próxima quarta-feira, dia 21 de setembro, no Centro de Convenções Fecomércio de São Paulo (SP).  O Instituto de Tecnologia e Inovação Evereste, que possui sede em Manaus (AM), foi convidado a participar do seminário pelo Instituto Tecnológico de Aeronáutica (ITA), organizador do evento.

O evento terá palestras e workshops sobre projetos coordenados pelo ITA, focados em tecnologia da informação, energia, sustentabilidade, infraestrutura, segurança, inovação tecnológica em transportes aéreos, logística digital, entre outros assuntos do setor.

“Este é um momento para celebrarmos e aproveitarmos a oportunidade do Evereste como representante do Estado do Amazonas e toda a região norte nesse encontro nacional, onde várias instituições públicas e privadas mostrarão suas capacidades de desenvolver soluções inovadoras para atender às necessidades dos aeroportos brasileiros e da sociedade. Estamos muito contentes por fazer parte dessa parceria com o ITA”, declara o presidente do Evereste, André Fabiano Pereira. 

Entre os objetivos do Aero Brasil 2022 estão reunir o setor aeronáutico brasileiro (civil e militar); apresentar e discutir o cenário e perspectivas com as participações da Secretaria de Aviação Civil (SAC), da Agência Nacional de Aviação Civil (Anac) e do Departamento de Controle do Espaço Aéreo (Decea); conhecer os planos governamentais para o setor e as inovações, e tecnologias que vão impactar o desenvolvimento do Brasil; compartilhar as oportunidades e desafios do setor, além de ter um momento estratégico reunindo governos, empresários, líderes e visões globais. 

O encontro com o setor aeronáutico também reunirá autoridades, especialistas, empresas, concessionárias, administradores, entidades e profissionais do setor aeroportuário, além de corporações globais, fundos investidores e organizações ligadas ao ambiente aeroportuário/aeronáutico com forte abrangência nos setores de logística, telecomunicação, energia, infraestrutura, comércio, indústria, agronegócio, dentre outros. Para saber mais sobre o evento, acesse o site: www.aeroportosbrasileiros.com.br.

Amazonas no Aero Brasil

O Evereste é um Instituto de Tecnologia e Inovação genuinamente amazonense, formado por profissionais de diversas áreas e que tem Manaus, no Amazonas, como base de sua sede.

Durante o II Seminário de Aeroportos Brasileiros 2022, o Instituto de Tecnologia e Inovação Evereste irá apresentar algumas soluções tecnológicas que nele são desenvolvidas, tais como: reconhecimento facial (controle de frequência facial com análise emocional), mercado inteligente (tecnologia que utiliza sensores, câmeras e Inteligência Artificial) e Comunicação Integrada (gestão de atendimento para implementação de ambientes Omnichannel - com uso de Inteligência Artificial). 

“Trata-se de uma instituição brasileira de Pesquisa, Desenvolvimento e Inovação (PD&I) que alinha ciência e mercado em perfeito equilíbrio. Desde sua criação em 2016, o Evereste se faz presente nos mercados público e privado nacionais, com empreendedorismo e inovação, atuando como articulador para a criação e aperfeiçoamento de tecnologias, produtos, processos e potencializando resultados por meio parceiras em um ecossistema de soluções disruptivas e inteligentes”, explica o presidente, André Fabiano.

O instituto vem se destacando por ser um hub de inovação apoiando iniciativas públicas, além de projetos privados relacionados à PD&I, sempre buscando trazer novas tecnologias para o mercado por meio de parcerias e cooperação técnica. O objetivo da instituição é impactar as áreas da saúde, educação, administrativa, meio ambiente, telecomunicação, Indústria 4.0, varejo e logística.

“Nosso objetivo é, além de desenvolvimento de soluções tecnológicas, poder construir parcerias como aos do Parque Tecnológico de São José dos Campos (PQTEC) e o ITA, além de trazer possibilidades para avançarmos na transformação digital da região Norte", reforça Francisco Arce, diretor executivo de Tecnologia, Pesquisa e Inovação do Evereste. 

O Evereste possui ainda importantes parceiros no Amazonas como a PRODAM, a Universidade do Estado do Amazonas (UEA) e a Fundação Universitas (FUEA) e em todo o Brasil, como é o caso do PQTEC, Vale S.A, Hikvision, NM2 Tecnologia Ambiental, Instituto MovRio e o Núcleo de Telessaúde da Universidade Federal de Pernambuco (UFPE). 

Assuntos
Compartilhar
Sobre o Portal A Crítica
No Portal A Crítica, você encontra as últimas notícias do Amazonas, colunistas exclusivos, esportes, entretenimento, interior, economia, política, cultura e mais.
Portal A Crítica - Empresa de Jornais Calderaro LTDA.© Copyright 2022Todos direitos reservados.
Distribuído por
Publicado no
Desenvolvido por